Segurança de Processo e Engenharia

Para ter mais etanol, o setor precisa investir muito mais em produtividade

22 dez
2016
Compartilhe:

Ganhos de produtividade serão fundamentais para elevar a oferta de etanol de 28 bilhões de litros para 50 bilhões de litros

Para os empresários do setor, o cenário da economia brasileira é favorável para a execução do programa RenovaBio, lançado ontem em Brasília, e a retomada do diálogo com o governo deve contribuir para a expansão do biodiesel.

“É muito positivo para o setor poder ter atenção do governo. O governo está mostrando uma nova visão para o setor de biocombustíveis de maneira geral. Não é só o setor de etanol. É o setor do biodiesel, o setor da bioquerosene e também do biogás”, afirmou André Rocha, presidente do Fórum Nacional Sucroenergético.

A iniciativa do ministério de estabelecer a parceria também foi elogiada pela diretora da União da Indústria de Cana-de-Açúcar, Elizabeth Farina. Ela ainda falou sobre a necessidade de aumentar a participação dos biocombustíveis na matriz energética do País devido à demanda do setor de transportes.

“Nós temos que aumentar a oferta de etanol de 28 bilhões de litros para 50 bilhões de litros. Nós estamos falando, portanto, de um aumento de quase 90% de crescimento dessa oferta. Com os ganhos de produtividade, isso vai exigir um aumento de uso da terra de só de 20%”, explicou Farina.

(Ver artigo original)

 

Paulo Stuckenbruck
autor

Engenheiro Químico, Freesolo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *